Técnica pomodoro

A técnica Pomodoro, desenvolvida em 1988 pelo italiano Francisco Cirillo, é um método de gestão de tempo que pode ser aplicado para diversas tarefas, seja nos estudos, seja no trabalho. Conforme o livro de Cirillo “The Pomodoro Technique”, a técnica foi criada para utilizar o tempo como um valioso aliado e realizar o que queremos fazer e do jeito que queremos fazê-lo. Além disso, capacita-nos continuamente para melhorar nossos processos. Ao usar esse método, é possível saber não só a quantidade de atividades que são feitas, como também a qualidade. Além disso, pode-se medir o que está atrapalhando a realização das tarefas.

Quem pode usar a técnica Pomodoro?

Essa forma de otimizar o tempo de estudos e tarefas geralmente é voltada para pessoas procrastinadoras, ou seja, que têm tendência a adiar suas atividades.

A técnica Pomodoro pode ser usada por estudantes, profissionais, vestibulandos, concurseiros, entre outros, que, no momento, estão tendo baixa concentração e produtividade por cansaço ou por outros fatores que os fazem estar com a mente dispersa.

O método também é útil para pessoas que estão ansiosas porque não conseguem organizar suas atividades e que, por isso, são cobradas por terceiros, como chefes, professores, colegas, entre outros.

O método Pomodoro é simples e dura duas horas. Primeiro, você realiza uma atividade durante 25 minutos. Quando acabar o tempo, descansa 5 minutos. Assim sucessivamente até que complete as duas horas. Como recompensa, você descansa mais 30 minutos. O conceito do Pomodoro é que a pessoa que vai estudar ou executar uma tarefa demore, exatamente, 25 minutos. Concluindo-a ou não, ele deve parar e descansar 5 minutos.Nesse intervalo, você pode comer, beber um copo d’água, ver televisão, fazer um alongamento, acessar as redes sociais ou apenas relaxar da forma que achar melhor.

O interessante da técnica Pomodoro é que toda vez que for interrompido por algo ou alguém, você deve anotar. Cirillo aconselha escrever uma apóstrofe ao lado da atividade toda vez que acontecer uma interrupção.As interrupções podem ser internas ou externas. As internas são aquelas cometidas por você mesmo, como pensar em algo, sentir fome, precisar ir ao banheiro etc. As externas são quando outras pessoas ou acontecimentos atrapalham sua atividade, como alguém te chamar, um barulho de celular, um e-mail chegando, entre outras.

© 2021 Gobrain Brasil. Todos os direitos reservados.